CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

17 March 2006

Lutas de um dia de chuva

Depois de alguns dias de sol sorridente, de roupa lavada que seca em duas horas, de meninas com ombros de fora, das árvores a florir e pólen no ar, está a chover.

De banho tomado, sequei o cabelo. Segue-se uma luta. Esta foi com a escova. Ganhei com a ajuda do secador. Saio para a rua. Quase imediatamente, o vento e a chuva tornam infrutífera a minha batalha. O cabelo parece rir-se e espeta-se no ar com um ar feliz.

Luto com o vento da minha rua. Luto com o capuz do meu casaco que insiste em levantar-se, com os cabelos nos olhos e com o chapéu-de-chuva que me quer levar mais depressa do que os meus passos. E, com este, tenho uma espécie de dança. Coloco-o contra o vento, agarro-o com mais força, volto-me de novo ao virar da esquina. Entro no carro e fecho-o. Abro-o de novo, à saída, com o cuidado de não o largar para o vento não ficar com ele. E luto outra vez com o mesmo adversário. Desta vez, saio vencedora mas o chapéu sofreu uma baixa. Uma haste ficou sem pano.

Seguem-se as poças de água. Tento manter-me seca. Estas botas não gostam de chuva, ficam encharcadas e baças com pouca água. Saltito no passeio. Não parece resultar. As gotas sobem pelas calças acima. Sacudo-as e elas elevam-se ainda mais. Ok. Esta é uma luta que definitivamente acabei de perder.

Vou trabalhar com o meu cabelo sorridente, com o meu chapéu já mais recomposto, com as minhas botas já baças e as calças... bem, essas meto-as debaixo do secador das mãos do WC e voltam ao normal num instante. Afinal, sempre ganhei este combate.

Sou uma vencedora!

2 ferroadas:

wylt said...

pequenas deliciosas vitorias do dia a dia.
como te entendo por causa do cabelo.
so eu sei o trabalho q tenho diariamente para me pentear e desembaraçar o cabelo.
espera....
esquece foi so um sonho q tive ontem.
narealidade cabelo com 2 mm não da trabalho nehum e seca em 30 segundos.
;)

AnadoCastelo said...

Mas que batalha. O que importa é que a venceste e sempre será assim nas pequenas e nas grandes coisas que te imponhas fazer.
Beijão